segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Obama sim!

A tirada em Inglês é mesmo para inglês ver, para dar a ideia de cartoon “amuricano”, tipo New York Times. Sendo um tema internacional, aproveita-se a lingua dos “camones”.

Como é que é possível um americano de origem africana ter conquistado a sala oval? Com muito mérito, pois a cor de pele ainda é um handicap significativo. Para se conseguir esta proeza, tem de se ser muito superior a qualquer rival branco. Em pé de igualdade, em termos de habilitações, ganha sempre o branco.

Barack Obama é o resultado de um cruzamento entre um queniano escuro como a noite e uma americana do Kansas branca como a cal. Saiu-lhes na rifa um brilhante mestiço. Para os apologistas das raças puras aqui têm um bom exemplo de que os cruzamentos resultam e que os filhos de pais de cores diferentes são encantadores. Este exemplo devia ser um estímulo à misturada.

Aliás, todos nós somos fruto de um cruzamento qualquer, desde Adão e Eva que não há raças puras. Não estou a falar de cães, estou mesmo a falar de pessoas de carne e osso.

Não há o Deus dos africanos, o Deus dos chineses, o Deus dos sportinguistas; saimos todos da cabeça e da imaginação do mesmo criador. Temos a obrigação de respeitar a variedade.
O antecessor de Obama também deu uma grande ajuda: fez um trabalho tal por esse mundo fora que praticamente estendeu um tapete encarnado para o próximo candidato democrata ganhar à vontade fosse quem fosse.
Toda esta crise mundial, este caos, esta insegurança, este frio, a guerra no Iraque, o terrorismo, o problema do petróleo, a crise económica generalizada, o crédito mal parado, o Apito Dourado, a Casa Pia, são culpa de um só homem: George W. Bush.
Ainda há pouco tempo, num destes jantares de Natal em família, tive a infeliz ideia de comentar que não era um grande apreciador do ainda presidente (Bush). Resultado: um tio meu agarrou-me pelos colarinhos, encostou-me à parede e disse enfurecido:
– Tu não sabes o que dizes! O Bush fez o que tinha a fazer e muito bem! Um dia ainda lhe vais agradecer, a história far-lhe-á justiça. O Iraque está resolvido e pacificado! Foi brilhante a atenuar a crise económica. Por isso está calado! Vai-me mas é buscar uma rabanada!

Estes dois cartoons do Bush já são antigos, fui buscá-los ao baú. A história do tio é verídica e é recente.

12 comentários:

Micky disse...

Gostaria de fazer um comentário mais demorado acerca do Bush, mas para já limito-me a dizer que o Bush tem algo de Monty Python mas com um "twist" azedo de um humor negro demais para ter piada... tive pena de nenhuma das botas lá do iraquiano ter acertado na fronha do palhaço...

Abraços

Lourenço de Sampaio disse...

Já sabia do teu ódio de estimação pelo W. Agora vais ficar a saber da minha admiração pela personagem. Admito que esta minha admiração surja pela simples razão de que todos o odeiam, mas não só. Concordo em grande parte com o que dizes, que não é esperto, é bronco, um cowboy. Mas uma coisa te garanto, se houvesse possibilidade de um terceiro mandato tinha ganho a qualquer candidato.

Aconselho-te a leres um artigo que foi publicado na revista TIME no ano passado. Esse artigo, assinado pelo insuspeito Bob Geldof (o organizador do LiveAid e outros) conclui que o homem que tanto odeias foi o presidente que mais fez e apoiou o continente Africano (e não, não foram os países exportadores de petróleo). Mais conclusões deixo para quem quiser ler o dito artigo. Por isso meu caro, nem tudo é como nos querem "vender".

Uma pergunta, o teu ódio de estimação era só contra este sujeito, ou é generalizado aos EUA?

Abraços

São Rosas disse...

Parabéns pela tua arte. Gostei. Se algum dia pensares em fazer desenhos de caracter erótico, terei todo o prazer em que te juntes à equipa do blog a funda São, onde já colaboram,n aárea do cartoon, o portuense Raim, o holandês d!o, o brasileiro Affonso e o inglês The Perry Bible Fellowship. O meu e-mail é funda@afundasao.com

Anónimo disse...

O George é um ser humano com outro qualquer, com defeitos e virtudes.

MFO

ACL disse...

Por falar em W., a minha Mãe tem na cozinha um armário (Q.E.) onde cola, de tempos a tempos, recortes do jornal, na maioria cartoons, uns tão antigos como aqueles do Eanes, do Cid. Lado a lado estão o Papa João Paulo II e o George W. Bush... Notei com curiosidade que os tinhas na mesma página (eu sei que não é pela mesma razão).

Não leves a mal o teu tio, mas para muita gente "o Bush é dos bons", ou seja, é cowboy e os índios são os terroristas, apesar da monstruosidade dos danos colaterais e das razões interesseiras que os movem...

PRF disse...

Caro Lourenço: A palavra ódio é muito forte. Aliás como cartoonista adoro o Bush, é do melhor. Se calhar ele é um Santo na sua intimidade, mas isso não me interessa. Só o avalio pelo seu desempenho profissional. E pelo que me chega pela televisão e pelos jornais acho que não é flor que se cheire.
Gosto dos americanos, não confundo as coisas. Tendo em conta as alternativas prefiro que sejam eles a mandar no mundo.

São Rosas: quando tiver alguma coisa mais picante terei todo o gosto em enviar para o seu blog.

Não sou pró Bush mas sou pró erotismo.

PRF

São Rosas disse...

Fixe ;O)

Duarte Mascarado disse...

Quer o Obama quer o Bush já tinham sido caricaturados... estamos sem ideias!?
Talvez uma "perninha" no cartoon porno-erótico?!
Acho que o W. não é tão mau como o pintam (teve políticas de cariz conservador que decerto subscreverias, como a luta contra o aborto) nem, infelizmente, o Obama será tão bom como a Europa julga.
Vamos ver!
As caricaturas são boas, que é o que interessa.
Abraços

Sara disse...

Na minha caixa de spams tinha um e-mail com a direcçao do site. Vi o título e fiquei curiosa, sobretudo porque estou a desenvolver um ensaio sobre o Obama para uma cadeira da faculdade.
Pensava que ia ler linhas interminaveis sobre o tal sujeito, quando para meu espanto me encontro uma crónica cheia de humor! Devo confessar que fiquei bastante contente!

Anónimo disse...

Nunca um Presidente Americano fez tanto pelo mundo como Bush. Não foi só no continente Africano. Foi no mundo inteiro. Os niveis de pobreza nunca foram tão baixos. A Historia encarregar-se-á de fazer justiça. Obviamente que nem tudo correu bem... Ficou por fazer a invasão e destruição do Irão! E o extermínio dos comunistas! Ainda ontem, o Senhor D Jose Policarpo avisou sobre os perigos de casamentos com mulçumanos.

Carlos Pavão

familiar indignado disse...

Mas que tio é este que te manda buscar rabanadas? Isto pode ser motivo de prisão!Podes contar com o meu apoio para liquidar esse criminoso. Abaixo esse tio e vivam as tias

Nelson Santos disse...

Obrigado Pedro, excelentes os cartoons e nunca é de mencionar a excelência dos teus textos. Dá gosto vir aqui.Abraço e ontem foi fartote de golos ;)